Círculo 1Círculo 2Círculo 3

Blockchain: Qual o seu real potencial?

22 de julho de 2019

Uma tecnologia que surgiu vinculada às criptomoedas está ganhando cada vez mais a atenção de outras empresas que não têm nada a ver com as moedas digitais. Isso acontece porque o blockchain é uma inteligência que torna possível o seu uso para diversas finalidades.

Vamos entender um pouco mais sobre ela?

O que é o blockchain? 

O blockchain é uma tecnologia usada para se registrar históricos de transações utilizando um critério de desempate que visa eliminar discrepâncias. Ele armazena essas informações em blocos, carimbando cada um deles com um registro de tempo e data. Tais blocos são dependentes uns dos outros e formam uma cadeia de blocos. É daí que vem o nome “blockchain”.

Como já dissemos, a tecnologia nasceu com as criptomoedas para registrar a criação e a circulação das moedas. No entanto, existem blockchains que foram criados com outros intuitos, como registrar documentos e contratos, rastrear cadeias de suprimentos e muitas outras finalidades. Além disso, é importante destacar que o blockchain permite que todos seus participantes possam ficar de olho no que os demais estão fazendo, pra que ninguém descumpra alguma regra.

Falando especificamente das criptomoedas, o blockchain é capaz de fazer algo que nunca nenhum sistema conseguiu fazer antes: uma contabilidade global perfeita e contínua, em que nenhuma unidade monetária é criada ou some sem sabermos exatamente de onde veio ou pra onde foi. Isso quer dizer que todas as contas sempre estão corretas e você não precisa de ninguém pra te convencer disso, a não ser você mesmo.

E é daí que surge o seu grande potencial transformador: a possibilidade de podermos acompanhar todo o rastro de movimentações e identificar rapidamente em que parte do processo se originou uma falha, caso ela venha a acontecer. Diante disso, várias empresas têm montado blockchains privados em suas redes corporativas internas com soluções inovadoras, como a Bumble Bee.

O Case Bumble Bee 

Não, não estamos falando de um Transformer. A Bumble Bee é uma empresa que vende atum e tem um enorme histórico de dificuldade para comprovar a origem do seu produto. Para comprovar que a captura e o transporte do alimento está sendo feito de forma ética e correta, a empresa decidiu reunir todos esses dados e tornar disponibilizar para seus clientes.

O problema dessa solução é que o processo dependia da confiança do cliente na Bumble Bee, além de que ela não é uma empresa especializada em dados. Para resolver isso, eles decidiram usar um blockchain para distribuir todos os níveis da cadeia de fornecimento, desde o pescador ao embalador, do enlatador ao transportador, até os supermercados. Dessa forma, caso ocorra alguma atividade suspeita no meio do processo, os clientes poderão saber exatamente de onde ela veio.

Vale destacar que o processo ainda depende da confiança dos clientes na idoneidade dos profissionais envolvidos no processo. No entanto, caso ocorra alguma discrepância no registro de dados, o sistema blockchain aumenta substancialmente a probabilidade do responsável ser identificado.

Golden States Foods 

A empresa que fornece alimentos para algumas das maiores redes de fast-food do mundo, incluindo a McDonald’s, decidiu mover toda a sua cadeia de fornecimento de sua carne para um blockchain. Por conta disso, agora as caixas que condicionam os hambúrgueres vêm com termômetro e chips RFID. Ou seja, é possível, por meio do blockchain, ver as caixas se movendo de um lugar pro outro. Além disso, também dá pra acompanhar se ocorreu tudo nos conformes com relação à temperatura dos hambúrgueres durante todo o transporte.

Isso abre muitas possibilidades para as empresas e nos revela que esse é apenas o começo. Cada vez mais vemos surgir cases de negócios diferentes que estão utilizando a tecnologia blockchain de uma maneira inovadora, melhorando seus serviços e sua autoridade no mercado.

Uma coisa é certa: A revolução está apenas começando.

Curtiu o conteúdo? Continue nos acompanhando e compartilhe nosso blog com seus amigos.

Círculo 1Pontos 1

Por qual caminho você quer chegar no futuro?

Conheça Nossos Planos
Voltar
Ícone Seta para Cima