Círculo 1Círculo 2Círculo 3

A importância do sono na nossa saúde

17 de outubro de 2019

Eu tenho certeza de que quase todo mundo que está lendo este artigo já precisou, nem que seja por pelo menos uma vez na vida, ir dormir bem mais tarde para terminar algum trabalho ou dar conta de todas as tarefas do dia. E quando isso acontece assim, de forma casual, está tudo bem. Mas quando esse hábito se torna algo recorrente, pode trazer consequências negativas para a saúde e, consequentemente, para o rendimento profissional. A privação do sono faz com que seu corpo não funcione da maneira correta.

Os médicos costumam recomendar que as pessoas durmam de 7 a 8 horas por noite. E quando tornamos um hábito dormir uma quantidade menor que essa recomendação, é bem possível que comecemos a ter problemas de mau humor, irritabilidade e cansaço. No entanto, há outros problemas envolvidos na questão.

Sintomas de embriaguez

De acordo com estudos, ficar sem dormir por tempos elevados pode ocasionar sintomas similares aos de quando estamos embriagados. De acordo com a análise, quando passamos uma quantidade de horas sem dormir acima de 17 ou 19 horas, nosso nível de concentração se iguala ao de uma pessoa que está com uma concentração de 0,5% de álcool no sangue. E quando aumentamos ainda mais essa quantidade de privação, a nossa queda de desempenho se assemelha à causada pela concentração alcoólica de 0,1%.

Só para você ter ideia da intensidade do problema, a Lei Seca atualmente tem tolerância zero com relação à ingestão de álcool. Dessa forma, passar mais de 8 horas sem dormir, teoricamente, já deixa uma pessoa “incapaz” de dirigir. No Brasil, por exemplo, a sonolência e o cansaço são responsáveis por 50% dos acidentes de trânsito, de acordo com dados do Observatório Nacional de Segurança Viária.

Emoções negativas

Como já pudemos ver, ficar muito tempo sem dormir pode trazer problemas muito graves. Entre os mais presentes, podemos destacar o estresse e a presença de emoções negativas. Segundo estudos, os neurônios responsáveis pelas nossas emoções ficam afetados quando estamos cansados, o que ocasiona emoções negativas e maior predisposição ao estresse.

Tomadas de decisões afetadas

Nossa capacidade de tomar decisões também ficam altamente afetada. Quem nunca passou uma noite mal dormida de sono, e no dia seguinte ficou um tanto impaciente para tomar decisões? Isso acontece porque nosso processo cognitivo é prejudicado pela falta de sono.

E nossa memória?

Você já ouviu falar que fixamos melhor o que aprendemos após uma boa noite de sono? Isso é verdade. Enquanto dormimos, o nosso cérebro codifica e armazena nossas memórias. Assim, quando dormimos pouco, nossa mente não tem tempo o suficiente para trabalhar direito nessa questão, e então acabamos ficando com nossa memória prejudicada.

Doenças crônicas e nossa pele

Problemas como diabetes, hipertensão, AVC e doenças cardiovasculares podem surgir depois longos períodos sem dormir de forma satisfatória. Isso acontece por causa das mudanças que o nosso organismo adota para tentar se adaptar à nossa rotina.

Além disso, a pele também é afetada pela falta de sono. Quanto menos dormimos, mais cortisol é liberado pelo nosso corpo. E quanto mais cortisol, menos elasticidade a nossa pele tem. E não precisamos nem falar nas olheiras que surgem, né?

Por conta disso, é importante que a gente defina horários para acordar, trabalhar, descansar, se alimentar e dormir. Não negligencie suas horas de sono. Cuide da sua saúde.

E aí, curtiu o conteúdo? Continue acompanhando nosso blog e compartilhe com os seus amigos que têm a mania de dormir pouco.

 

Círculo 1Pontos 1

Por qual caminho você quer chegar no futuro?

Conheça Nossos Planos
Voltar
Ícone Seta para Cima